quarta-feira

O regresso de George Orwell - via Trump - numa América guiada pelo ódio, medo e revanchismo

Resultado de imagem para george orwell
Nota previa: Quando a guerra é paz, o medo é liberdade, a bondade é maldade e assim por diante..., estamos todos conversados..
- Vale a pena regressar a George Orwell e ao seu romance - 1984 - (escrito em 1949) para recordar as práticas dum regime totalitário e repressivo. E de como uma sociedade colectivista, que supostamente defenderia o povo e o bem comum, pode assumir traços da mais pérfida oligarquia capaz de eliminar quem a ela se opuser. 


- Todavia, o regresso a Orwell fará ainda mais sentido se correlacionarmos a sua narrativa com a psicografia da "nova besta" que assumiu altas funções na sala oval, como PR dos EUA. Este, assim como é relatado no romance do jornalista e escritor, desenvolve um culto duma personalidade algo intimidatória (visível na relação com os media, e não só...) e põe a tónica em mecanismos de fiscalização, controlo e censura acerca daquilo que os outros pensam, dizem e fazem. Trump é assim: uma espécie de "cão de guarda" do pensamento dos outros. 

A avaliar pela personalidade e comportamento da besta negra da nova América, o registo das suas intenções e decretos presidenciais (quer na esfera do proteccionismo económico, quer no isolacionismo político) só podemos ajuizar por futuras invasões na área dos direitos do indivíduo e a um esquema alternativo de conceber, simular e divulgar factos, ou factóides, que, em rigor, traduzem as maiores deturpações da realidade - desde que elas sirvam para justificar a impreparação técnica, cultural e política de Trump enquanto PR dos EUA. 

O jornalista e também político George Orwell - designava esses esquemas como o "duplipensar" e "novilíngua", e a conduta da besta negra não veio inaugurar nada de novo na história da cultura, apenas veio adensar os perigos da eliminação da democracia e da instauração duma pequena ditadura que, seguramente, terá  os dia contados. Resta saber com que estragos para o mundo, e para a América, o seu mandato vai ficar na história negra deste primeiro quartel do séc. XXI.
______________________



"1984" no top de vendas após "factos alternativos" de Trump








O clássico romance, sobre uma sociedade que vive sob um regime político totalitário e repressivo, e em que os factos são distorcidos e suprimidos numa nuvem de "noticiários", chegou ao primeiro lugar do top de vendas da Amazon, depois de uma subida constante nos últimos dias, que o levou a superar a lista de best-sellers.
_____________

Etiquetas: ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home