domingo

"Ralações" Lapa vs Belém: ainda o caso Centeno-Domingues-CGD

Resultado de imagem para Marcelo e passos coelho

"Ralações" Lapa vs Belém: ainda o caso Centeno-Domingues-CGD
- A partir do momento em que o próprio PM, A.Costa, veio a terreiro dizer que ele próprio entregava a sua declaração de rendimentos ao TC e que cumpria a cada cidadão fazer o mesmo (subscrevendo a lógica da legalidade e transparência, depois de tentar fazer o contrário à socapa), estava dado o mote para que o processo legislativo ad hoc que isentaria o gestor Domingues de se eximir perante o TC, não teria pernas para andar. Tal processo seria até ilegal ou subordinado à Lei/1983 - que obriga todos os gestores públicos a esse estatuto e a essa formalidade por razões de legalidade e transparência perante o TC.
- Ainda assim, o "super-gestor" Domingues, que bem poderia ser o Calisto Elói de Barbuda, o personagem que Camilo utiliza para caricaturar o mundo sórdido da política em - A Queda dum Anjo, - entendeu o contrário e resolveu forçar a nota querendo obrigar o Governo a conceder-lhe um estatuto acima da LEX que o Parlamento jamais ratificaria. Foi aqui que o super-gestor revelou toda a sua idiotice e falta de common sense.
- E foi nesse braço de ferro que o gestor Domingos ficou entregue à sua sorte, e assou em lume brando.
- Ora, Marcelo conhecendo este processo como ninguém, conhecendo a natureza humana, as suas motivações e ambições só poderia por-se do lado que politicamente é mais hábil e está em alta nas intenções de voto.
- Mas ainda que assim não fosse, como é que Marcelo poderia passar um cheque em branco àquele que um dia lhe chamou "cata-vento", e até se deu ao luxo de agendar um Congresso do PSD para definir o perfil ideal do que poderia vir a ser o novel Presidente da República (?!). E é óbvio que nessa equação passista - Marcelo Rebelo de Sousa, à luz do descabelado de Massamá, jamais poderia corporizar esse perfil. Marcelo nunca esqueceu esse pequeno grande episódio, ainda por cima oriundo da sua própria família política e ideológica.
- Pois saiu-lhe (a passos, bem entendido) o tiro pela culatra, e Marcelo não descansará enquanto não esvaziar e "matar politicamente" Passos Coelho, que considera um dos piores PM do pós-25A e com quem pior se dá no plano pessoal e político.
- É a vida, como diria A. Guterres.

______________

Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home